sábado, 31 de janeiro de 2015

Turma do 1º ano (SAB_F) na Eterna Biblioteca


No passado dia 29 de novembro de 2014, a turma do 1º ano da EB de Sabugo e Vale de Lobos participou na sessão de apresentação do livro “Zé dos Bichos”, com textos de Luísa Ducla Soares e ilustração de Danuta Wojciechowska.
O convite feito pela organização do 12º Encontro Eterna Biblioteca que decorre anualmente em Sintra, na pessoa da Drª Raquel Camacho, foi de imediato aceite pelos pais e pela professora da turma, tranformando a biblioteca num verdadeiro ateliê de bichos, mais concretamente 55.





Foi um trabalho de grande parceria e empenho: o professor Fábio Esteves escreveu a letra e ensaiou a canção final; as mães e pais ajudaram na criação da bicharada; a professora da turma e a professora bibliotecária ensaiaram os meninos. Só com a dedicação e carinho de todos foi possível concretizar este trabalho.

Os pequenos leitores mostraram-se bem à altura do evento e, acompanhados de um “Zé” que gostava muito de bichos de todos os tamanhos, de uma “Mãe” que não achava graça nenhuma aos gostos do filho e muitos, muitos bichos, encheram a Sala da Clarabóia do MUSA de alegria e cor, suscitando os aplausos de todos os que assistiram a este evento, especialmente às autoras.




A Biblioteca Escolar congratula-se do reconhecimento pela comunidade, do seu trabalho na promoção da leitura juntos dos nossos jovens.


No início era a semente

Cumprindo a sua missão de apoiar as atividades curriculares, a Biblioteca de Sabugo recebeu, entre 19 e 24 de janeiro, a exposição "No início era a semente", cedida pelo Centro de Ciência Viva de Sintra.
Esta exposição conta a história de uma semente desde a sua formação até se tornar uma planta adulta.
A interação que existe desde o seu início até ao final entre as crianças e os materiais expostos, facilita as asprendizagens, tornando-as motivadoras e reais.
Conceitos como "polinização", "germinação", "plântula" já não são desconhecidos para os cerca de 380 alunos que visitaram a exposição.

Os meninos do 1º e 2º ano do Sabugo, dos Jardins de infância de Sabugo, Cortegaça, Palmeiros, Morelena, Camarões, Montelavar e Pêro Pinheiro, assim como do 1º ano de Pêro Pinheiro, participaram nesta experiência com muito entusiasmo e atenção. No final todos puderam provar algumas sementes e alimentos feitos com sementes. De início mais relutantes, todos apreciaram as sementes de girassol, as amêndoas torradas, os pinhões, as bolachinhas, a broa de milho e as pipocas que os aguardavam no final da visita.
Esta experiência transbordou depois para as salas de aula onde se têm desenvolvido várias atividades relacionadas com a sementeira, o reconhecimento das sementes, algumas delas envolvendo os encarregados de educação.








Os alunos dos 3º e 4º anos, visitaram a exposição de forma autónoma, explorando-a com a ajuda de um guião de trabalho. Nofinal todos consideraram a experiência muito positiva e enriquecedora, salientando o interesse do tema, a interatividade, a dinâmica da visita e deixando o apelo a que em breve outra exposição possa voltar com nova temática.
Aqui fica o apelo aos responsáveis.
Os docentes salientam a organização e a dinâmica como forma de proporcionar aos alunos "aprendizagens ativas e significantes" patentes no "entusiasmo e curiosidade que demonstraram".
Também os Encarregados de Educação, convidados a participar, apesar de serem em número reduzido, se mostraram entusiasmados pela exposição, salientando a sua abrangência, organização e experiência enriquecedora.






Deixamos o nosso agradecimento especial à Drª Fernanda Bessa, pelo seu entusiasmo contagiante, pelo magnífico trabalho que preparou e pelo apoio que nos deu para podermos dinamizar esta exposição.
Foi uma experiência muito gratificante.

Biblioteca Escolar adere ao Código ColorADD

No passado dia 14 de janeiro o professor bibliotecário Sílvio Maltez do Agrupamento de Escolas de Mem Martins esteve na Biblioteca da EB de Sabugo e Vale de Lobos para explicar a professores e alunos o que é o código ColorADD. Através de uma história criada por si (A biblioteca ColorADD), explicou o que é o daltonismo e quais os símbolos associados a cada cor. Até trouxe uns óculos que simulam a visão dos daltónicos. Durante essa semana, todas as turmas do 1º ciclo tiveram oportunidade de pôr à prova os conhecimentos adquiridos sobre o código, as cores primárias e a formação de novas cores, através da pintura de símbolos do código que enfeitam agora as suas salas. Na biblioteca, durante os intervalos, têm sido muitos os alunos que querem contribuir para uma escola mais inclusiva e se juntam para colocar as etiquetas nos livros. Os primeiros foram os meninos da Unidade de Ensino Estruturado.




Para quem quiser saber mais sobre este código, deixamos duas reportagens que passaram na televisão.