terça-feira, 26 de maio de 2015

Newton parou em Almargem do Bispo

O projeto "Newton gostava de Ler" fez um grande périplo por todo o Agrupamento ao longo do ano letivo.
Numa dessas viagens, parou na EB1/JI de Almargem do Bispo, de onde nos chega esta notícia.




 
Notícia
Experiência cheirosa

         No dia 21 de abril, pelas 9 horas, veio à E.B.1/J.I de Almargem do Bispo a professora Luísa, a convite da nossa professora.
        A professora Luísa contou-nos a lenda: «Castigo de sal». De seguida, explicou-nos o protocolo e o procedimento para realizarmos a experiência com sal, alfazema, óleo de alfazema e corante alimentar.
        Depois de tudo misturado ficámos com sais de banho muito cheiroso que oferecemos às nossas mães.

                                                          (Notícia elaborada pelos alunos do 3º e 4º anos de Almargem do Bispo)

Esperamos poder fazer nova paragem por lá no próximo ano letivo.

Ainda o Projeto "Newton gostava de Ler"

Ao longo de dois anos letivos, a turma do 4º ano da EB1 de Montelavar, desenvolveu de forma periódica todos os módulos deste projeto. Foi a nossa turma de referência.
20 alunos que se empenharam por realizar as tarefas propostas, que desenvolveram competências na área da ciência de uma forma divertida mas responsável.

Em contexto de sala de aula, foi dado seguimento à sessão, através de registos escritos e gráficos realizados individualmente e/ou em grupo. O nosso obrigado à professora Beatriz Carvalho pela forma como motivou os seus alunos para este projeto.







A experiência e a opinião dos alunos fica registada em forma de quadra das quais aqui reproduzimos algumas a título de exemplo.

Newton gostava de ler
serviu para aprender!
Fizemos experiências
relacionadas com ciências.

Adorei "Ciência a motor"
e também o C.S.I.
Foram muitas aprendizagens
de coisas que nunca vi. (David Machado)

Quando vamos para o Newton
a caminhada é divertida.
Depois fazemos atividades
e às vezes fazemos comida.

Gosto muito do dia em que vamos
ao "Newton gostava de Ler".
Fazemos mil e uma coisas
estamos sempre a aprender. (Nuno Costa)

Este projeto foi muito interessante
porque fizemos outras atividades.
Gostámos de todas as sessões
pois tivemos muitas emoções

Foram muitas atividades
com temas diferentes
que nos fizeram muito bem
porque despertaram as nossas mentes (Dília Sili)

À escola dos crescidos
experiências fomos fazer
e ficámos decididos
que mais vamos querer aprender. (Íris Cruz)

Newton foi um cientista
mas também era trapalhão.
No CSI, pista a pista,
chegámos a uma conclusão.

Fizemos muitas experiências
de coisas interessantes.
Partilhámos vivências
e conhecimentos inspirantes. (Gil Capucho)

Queremos agradecer de forma individual a todos eles:
Carolina Baleia, Carolina Simões, Catalin Gregora, David Ribeiro, David Machado, Délia Sili, Dinis Bértolo, Gil Capucho, Gonçalo Aguiar, Hugo Rodrigues, Íris Cruz, Miguel Ferreira, Miguel Santos, Nuno Costa, Rodrigo Dias, Sofia Silva, Tiago Dionísio, Tomás Encarnação e Tomás Filipe.

Esperamos que continuem a gostar de aprender e especialmente a gostar de ler, como o Newton.

Uma palavra de apreço à D. Fernanda, a Auxiliar de Ação Educativa que sempre acompanhou os meninos à Biblioteca Escolar da EB 2/3 Dr. Rui Grácio onde decorreram as sessões.

Newton gostava de Ler

O Projeto "Newton gostava de Ler" chegou ao concelho de Sintra como resultado de uma parceria entre a Rede de Bibliotecas Escolares, a Fábrica (Centro de Ciência Viva de Aveiro), o Centro de Ciência Viva e a Câmara Municipal de Sintra, como forma de motivar os nossos alunos para a aprendizagem de conceitos científicos desde a mais tenra idade sempre associados ao desenvolvimento do gosto pelos livros e pela leitura.
"O projeto criou um programa anual de leitura de livros em que, transversalmente, a ciência está presente, criando pontes e motivações para a realização de pequenas ações experimentais, envolvendo materiais de custo acessível e de replicação simples noutras bibliotecas.
Da biologia à física, da química à biologia ou à matemática, as leituras e as experiências vão-se entrelaçando e colhem de espanto alunos e professores, atraindo grupos-turma à biblioteca.
Na realização de cada módulo cresce o interesse e sedimenta-se a premissa: toda a biblioteca escolar é um espaço de ciência." (in http://rbe.mec.pt/np4/266.html)

O Agrupamento de Escolas Lapiás acolheu este Projeto no ano letivo 2013/2014, tendo desde então sido bastante grande a adesão de todos os docentes do Ensino Pré-escolar e do 1º Ciclo aos vários módulos disponibilizados.
Para turma de referência foi escolhido o 3º ano da EB1 de Montelavar que realizou todas as sessões na BE da EB Dr. Rui Grácio, ao longo destes 2 anos.
No ano letivo 2013/2014 foram realizadas 8 sessões em 4 escolas do Agrupamento. No presente ano letivo, além das sessões com a turma de referência já se realizaram 35 sessões em 10 escolas e jardins de infância, estando agendadas até ao final do ano mais 10 sessões.
É um projeto muito gratificante pela diversidade, pela organização e pela motivação que dá aos alunos no âmbito do espírito científico, sendo igualmente uma forma diferente de articulação curricular entre a BE e a sala de aula, como referem alguns docentes:
"De uma forma lúdica, as crianças apreendem conceitos, ficam sensibilizadas para diversas questões e motivadas para a realização das diferentes tarefas sugeridas";
"Este projeto é uma mais-valia para os alunos e complementa o trabalho do professor";
"É um projeto muito interessante que deve ter continuidade".

 Aqui vos deixamos alguma imagens que comprovam o gosto e o empenho dos alunos nestas sessões.

Experiência Emulsionante - Aprendemos a fazer manteiga a partir de natas frescas.



Pós sob Investigação - Descobrimos o culpado de um assalto a partir da análise ao pó encontrado nos suspeitos e no local do crime. 



Enigmatemático - Aplicamos conhecimentos matemáticos para resolver enigmas. 




Ciência a motor - Fizemos pequenos brinquedos a partir de um circuito que criamos com um motor e uma pilha. 




Brincadeiras com ciência - Brincamos com assobios de papel, fizemos castelos de cartas e origami, sempre com a ciência por base.



Cristaliza esta ideia - Aprendemos a fazer Sais de Banho que usamos para prendinhas de Natal e do Dia da Mãe, e ainda Chupa-Chupa de cristais onde vimos como se formam os cristais de açúcar (sacarose). 




Saber em gel - Descobrimos que alguns corpos, como a gelatina, passam ao estado líquido por ação do calor mas já não solidificam por ação do frio: transformam-se em gel. 




História animada - Conhecemos vários brinquedos óticos que enganam a nossa vista, dando a sensação de movimento às imagens e até construímos um.



Química em festa - ambientador - Aprendemos que o álcool retira a essência das plantas, retendo o seu odor. Aproveitámos e fizemos umas lindas prendas para o Dia da Mãe. 




Química em festa - Bolo na Caneca - Aprendemos que as ondas do microondas aumentam a temperatura dos alimentos, aquecendo-os e cozendo-os mais depressa do que o fogão ou o forno. Ficaram deliciosos! 




Gelado científico - Fala sol, frio ou chuva ninguém diz que não a um belo geladinho de morango ou chocolate feito pelos meninos. Sem congelador, sem máquinas, apenas com as nossas mãozinhas e a ajuda mágica do sal para arrefecer o gelo. Estava delicioso! 


quinta-feira, 21 de maio de 2015

Costurando histórias

No âmbito da preparação do encontro com a escritora Rosário Alçada Araújo, a turma do 1º ano da professora Filipa Silva, ouviu a história "A costureira de histórias" e, sabendo que os meninos têm umas famílias muito colaboradoras e com grandes dotes artísticos, resolvemos desafiá-las a tornarem-se também costureiras de histórias.
Tal como a Tia Mimi, também as famílias costuraram objetos que os meninos trouxeram para a aula.
Com eles criaram uma história deliciosa intitulada "O planeta da magia". Esta história foi apresentada à escritora no dia da sua visita.



Para já aqui ficam as fotos dos objetos. Em breve vos daremos a conhecer a história.


terça-feira, 19 de maio de 2015

Visita do Sr. Secretário de Estado do Ensino Básico e Secundário



No passado dia 13 de maio, a Biblioteca Escolar de Sabugo e Vale de Lobos recebeu a visita do Sr. Secretário de Estado do Ensino Básico e Secundário, Dr. Fernando Egídio dos Reis, a convite da Srª Coordenadora da Rede de Bibliotecas Escolares, Drª Manuela Silva.

Esta visita teve como objetivo dar a conhecer o funcionamento das bibliotecas do 1º Ciclo, nomeadamente no que concerne aos projetos nelas desenvolvidos e às dinâmicas de apoio ao currículo e ao desenvolvimento das literacias junto dos vários estabelecimentos de ensino do Agrupamento, assim como na utilização do espaço da biblioteca pelos docentes em contexto de aula, pelos alunos durante os seus tempos livres e pelas famílias nos dias de abertura à comunidade. Paralelamente foram também dadas a conhecer algumas das dificuldades com que estas bibliotecas, pelas suas caraterísticas específicas, mais se debatem.



Durante a visita, o Sr. Secretário de Estado pode observar os alunos da Unidade de Ensino Estruturado numa atividade do projeto “Bibliotec@ndo no T@blet”, constatando a autonomia e concentração que estas crianças revelam no uso do equipamento e no domínio das aplicações, neste caso, de apoio ao ensino da matemática.
Foi para nós uma honra receber o Sr. Secretário de Estado no nosso espaço, entendendo este convite como o reconhecimento de todo o trabalho que vem sendo feito por toda a nossa Comunidade Educativa em prol da leitura e das literacias em articulação com a Biblioteca Escolar. Esperamos que também tenha sido do agrado do Dr. Fernando Egídio dos Reis a mensagem e a imagem que lhe transmitimos desse mesmo trabalho.

A árvore dos rebuçados



Preparando o encontro com a escritora Rosário Alçada Araújo, a Biblioteca lançou a todos os alunos e suas famílias, o desafio “Constrói um rebuçado, transmite um recado”, no âmbito da sua obra “A árvore dos rebuçados”.



O resultado foi espantoso e até apetece criar um espaço de leitura à sombra da árvore que surgiu na biblioteca. Foram recebidos 32 rebuçados muito variados e coloridos. No seguimento será sorteado um livro, oferecido pela Biblioteca Escolar, que será autografado pela autora.


O nosso obrigado a todos os Encarregados de Educação e a todos os alunos que participaram nesta iniciativa.

 

Mensageiros da Leitura 2015



Dando seguimento à comemoração da Semana da Leitura e, aproveitando a iniciativa concelhia “Sintra para para Ler”, teve lugar a 2ª edição da atividade “Mensageiros de Leitura”.

Ao longo de 5 dias (20 a 24 de abril), cada turma recebeu e enviou leitores de e a outras turmas que com eles partilharam histórias, canções, lengalengas, …

Munidos dos seus sacos caraterísticos e perfeitamente identificados com os seus crachás, todos assumiram a responsabilidade da sua tarefa e deram o seu melhor nas leituras que fizeram.

Quem os recebeu, esperou ansiosamente pelas 11,00h para os Mensageiros lhes batessem à porta.

Foi mais uma iniciativa de articulação entre os vários níveis de ensino, incentivada pela Biblioteca Escolar.



Para o ano haverá mais.